25.10.16

Aprendendo a escovar os dentes brincando

1477367739840-1.jpg

Se escovar os dentes de crianças pequenas pode virar um drama, nem vamos conversar sobre passar fio dental…


Mas vamos sim! E com uma brincadeira bem simples, conseguimos começar essa conversa sobre fio dental. Afinal, hábitos saudáveis a gente precisa ensinar desde muito cedo para que as crianças crescem e sigam fazendo. E misturar a vida prática com brincadeiras é uma ótima forma de conquistar os pequenos.

Material: 

– 1 peças de blocos de montar daquelas grandes, se for vermelha ainda melhor

– tinta branca para pintar os dentes

– massinha, se for misturada naquela cor quase marrom fica mais legal

– fio dental ou uma fita grossa pra começar a brincadeira

 

Pintei a parte dos pinos do bloco de montar de branco para parecerem os dentes. Coloquei pedaços de massinha nos buracos e dei a fita mais larga e o fio dental para Catarina brincar. Sempre explicando o que ela poderia fazer.


Aos poucos ela foi conhecendo e entendendo a ideia. Ainda bem que criatividade de bebê é incrível!

Ela ganhou de Natal (2015) um kit dentista, aproveitei para brincar com ele também para que ela entendesse melhor a ideia. Ela escovou todos os dentes, passou fio dental e já se sentiu a dentista!

 

A brincadeira fez muito sucesso por aqui. Ainda brincamos outras vezes. Atualmente o maior problema por aqui é parar de escovar os dentes.

Catarina quer ficar escovando por horas e horas… E ainda não invetei brincadeira para isso.
Fotos e brincadeira feitas em janeiro e março de 2016, quando Catarina tinha entre 1 ano e 7 meses e 1 ano e 10 meses. Mas serve para crianças de todas as idades!!!

11.10.16

Quarto montessori do Vicente

quartomontessori

Esse quarto lindo é do Vicente, um amigo muito querido da Catarina. Nós conhecemos e já brincamos por lá. Como quarto montessori (ou montessoriano, como muitos chamam) sempre gera dúvidas, pedi para a Érika, mãe do Vicente, contar um pouco como montou o quarto.

quarto-montessori-vicente-3“Escolhi esse estilo de quarto por alguns motivos: praticidade, economia e autonomia. Percebi que muitas pessoas que compravam berço acabavam não usando. E acho importante estimular a autonomia e respeitar o bebê colocando os objetos baixos, ficando tudo ao seu alcance”, explicou a Érika.

O principal do quarto montessoriano é ser acessível para o bebê ou criança. E estar preparado para que seja explorado com segurança. “Coloquei um futon e tapete de EVA no chão, barra, espelho horizontal e uma estante de brinquedos que podia ser usada como trocador e depois poderia separar em dois módulos, virando uma mesa para ele”.

quarto-montessori-vicente“Não sei como teria sido o desenvolvimento do Vicente sem o quarto montessoriano, ele foi um dos primeiros do grupo de amigos da mesma idade a engatinhar e andar. Além disso, desenvolveu muito a independência e consegue mostrar com muita propriedade seus interesses. Desde cedo, ele escolhe o brinquedo e o livro que ele quer”, comenta.

 

Em vez de expor muitos brinquedos, Érika decidiu colocar apenas alguns à disposição do Vicente. Ela escolheu ainda um móbile de tecido e fotos para completar a decoração. Alguns objetos que não poderiam ficar ao alcance de um bebê ficaram protegidos em uma prateleira mais alta. “Meu cachorro sentiu muito o nascimento do Vicente e rosnava para ele. Então coloquei um portão de segurança na porta do quarto para evitar que meu cachorro entrasse durante a noite e acordasse ele”quarto-montessori-vicente-2

Para limpar o tapete, a dica é usar pano com álcool em dias alternados e retirar todas as placas do tapete uma vez por semana.

“Se fosse montar hoje um quarto de bebê montessori, iria optar pelo piso vinílico no lugar do tapete que usei. E mesmo se tiver outro, não terei berço. Talvez investisse numa boa poltrona de amamentação, não achei tão confortável amamentar no futon. Mas recomendo muito esse estilo de quarto e acredito que algumas pessoas, como minhas irmãs, por exemplo, façam a opção de não ter berço também”.

Agora, com Vicente com 2 anos e 4 meses, Érika começa a fazer algumas mudanças no quarto, como tirar a barra e separar a estante para virar uma mesa para ele usar.

27.09.16

Brincar sensorial com bebês

Bebês precisam de colo! Mas podemos brincar com eles sim! Podemos e brincamos muito!!!

Quando nascem, os bebês não têm a visão completamente formada. É como se eles enxergassem embaçado por um tempo. Então, podemos facilitar e brincar com cores fortes logo que nascem. Depois de algumas semanas podemos começar a “apresentar” outras cores mais contrastantes.

 

Móbile Colorido

mobile bebe recem nascidoCatarina não teve berço e por isso não me preocupei em comprar aqueles móbiles super fofos. Pesquisando, descobri outras opções para estimular a visão e conquistar a minha pequena desde cedo.
Fiz um móbile com rolos de linha coloridos.

Dica! Se for fazer para usar desde recém-nascido, prefira fazer com preto e branco e aos poucos ir colorindo!

Eu queria que tivesse cor! Então, comprei algumas linhas e pendurei em um bastidor (usado para artesanato) cada uma de uma altura.

Escolhi pendurar em cima da cômoda onde trocava a fralda da Catarina e ela poderia curtir esse momento que nem sempre é tão divertido! :)

 

Tecidos, fitas e guizos

brinquedo-de-tecido-fitas-e-gizos-para-bebe  Para os pequenos a parte sensorial é super importante. É a coisa mais incrível quando o bebê descobre as mãos e depois o pé. E o que eles fazem? Colocam na boca! Os pequenos fazem isso para sentir o que estão descobrindo!

Esse brinquedo de tecido reúne muitas experiências sensoriais juntas. Ele é colorido, tem texturas diferentes e ainda tem guizos nas pontas que fazem barulho.

Comprei de uma mãe empreendera, mas quem quiser pode fazer em casa e testar com os pequenos!

E mesmo um pouco maior, Catarina ficou super curiosa com o brinquedo quando separei para doar.

 

 

brinquedo-de-tecido-e-fitas-para-bebe

15.09.15

Nave espacial de papelão

O inverno e as chuvas chegaram aqui no Rio e ficamos sem opções de brincadeiras na rua, pracinha, praia… Mas recebemos um presente pelos correios no sábado que nos deu a ideia de criar uma nave espacial para Catarina se divertir.

brinquedo de papelão

Criamos a USS Petequinha

 

♦ nível de dificuldade: médio ♦ materiais: caixa grande, cola quente, super bonder, tesoura, fita crepe, barbante e copos plásticos ♦ tempo para fazer: 2/3 horas com interrupções da pequena e dos gatos (como verão nas fotos abaixo!)

nave 3 nave 1 nave 2